Banco da Rússia planejando sua própria moeda digital

Durante os últimos anos, a popularidade das moedas digitais cresceu exponencialmente. O Bitcoin pode ser considerado um exemplo perfeito para provar o fato acima mencionado. O valor do Bitcoin superou o valor do ouro no início deste ano. O aumento do preço dessa moeda digital continua com o tempo e poderemos vê-la quebrando recordes em um futuro próximo. Esse fato é aplicável a todas as criptomoedas que existem no mundo. Por exemplo, o preço do Ethereum atingiu de $ 5 a $ 200 em um curto período de tempo.

Iniciativas tomadas pelo Banco Central da Rússia

O Banco Central da Rússia tem uma compreensão clara sobre a crescente demanda por moedas digitais. Como resultado, surgiu a necessidade de promover moedas digitais também entre as pessoas que vivem no país. Como primeiro passo, o Banco Central da Rússia está ansioso para desenvolver sua própria moeda digital. Não temos muita certeza sobre a viabilidade da decisão que foi tomada pelo Banco Central da Rússia. Na verdade, o mundo está repleto de moedas digitais e precisamos ver como uma nova moeda pode competir com as moedas estabelecidas, como o Bitcoin. No entanto, os altos funcionários do Banco Central da Rússia já chegaram à conclusão de que planejam criar uma moeda digital.

Um anúncio oficial sobre esta nova iniciativa foi feito por Olga Skorobogatova, que atualmente atua como Vice-Chefe do Banco Central da Rússia. Recentemente, ele apareceu no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, onde fez um discurso sobre a nova iniciativa do banco.

De acordo com a TASS, que é o serviço de notícias estatal da Rússia, Olga Skorobogatova prestou atenção especial a dois tópicos principais ao fazer sua apresentação no Fórum Econômico. O primeiro ponto está relacionado às moedas digitais. Em segundo lugar, Olga Skorobogatova abordou os parceiros que estão ansiosos para trabalhar junto com o Banco Central da Rússia para implementar esta nova moeda digital. Criar uma nova moeda digital não é algo que o banco possa fazer por conta própria. As tecnologias e algoritmos associados a ele precisam ser importados de grupos de especialistas. Como resultado, o banco espera firmar parcerias com poucas outras entidades empresariais para atingir o objetivo principal.

Olga Skorobogatova sobre a nova moeda digital

Olga Skorobogatova deu uma visão geral clara sobre a moeda digital quando fez o discurso para o público no Fórum Econômico. É basicamente um aplicativo e o banco o vem explorando publicamente há um ano. Na verdade, a iniciativa começou em junho de 2016 e o ​​projeto percorreu um longo caminho desde então.

O discurso proferido por Olga Skorobogatova no evento soou um tanto agressivo. Os reguladores do país concordaram com o fato de que é hora de criar uma criptomoeda nacional. É o futuro das moedas e podemos esperar viver em um mundo dominado por moedas digitais. Se a Rússia pudesse criar uma moeda digital por conta própria, teria a oportunidade de obter vantagem competitiva sobre outros países do mundo. Além disso, pode ajudar a Rússia a se colocar em uma posição melhor entre outros países.

Reguladores de muitos países diferentes perceberam a importância de criar uma nova moeda digital para o país por conta própria. Os membros da União Europeia prestaram especial atenção a este facto. Portanto, podemos esperar que o Banco Central da Rússia trabalhe com os governos dos países da União Europeia para completar este objetivo como um esforço colaborativo.

De acordo com Olga Skorobogatova, o Banco Central da Rússia está planejando testar o Blockchain com países da União Europeia com uma abordagem cooperativa. Esses testes começariam por volta deste ano. Até o final de 2017, podemos esperar que o Banco Central da Rússia trabalhe em parceria com os países da União Europeia para testar a eficácia e a praticabilidade da moeda digital.

De acordo com as palavras de Olga Skorobogatova, a adoção do Blockchain se tornaria um dos tópicos mais discutidos no mundo. No entanto, criar uma nova moeda digital depende da capacidade financeira de um país específico. De acordo com a atual situação financeira da China, levaria algo em torno de 7 a 10 anos para o Banco Central apresentar sua moeda digital totalmente operacional. No entanto, as pessoas poderão colocar as mãos na moeda digital sem esperar por um período de 10 anos. Seria implantado em muitos projetos diferentes, que interagem com as pessoas.

Junto com a decisão que foi tomada pelo Banco Central da Rússia de criar sua própria moeda digital, os funcionários que estão trabalhando para o projeto terão que enfrentar muitos desafios no futuro. As moedas digitais ainda estão em fase experimental. Uma vez que a Rússia não tem nenhuma experiência anterior em criar uma moeda digital por conta própria, eles terão que trabalhar no projeto aprendendo muitas lições. Esse seria o maior desafio que o Banco Central terá que enfrentar.

Conclusão

A Rússia não é o único país envolvido no processo de criação de uma moeda digital. Muitos outros países, como Cingapura e China, já começaram a trabalhar em projetos semelhantes. No entanto, a Rússia parece estar em uma posição promissora com a iniciativa. É evidente a partir das palavras que foram ditas por Olga Skorobogatova. Portanto, podemos esperar que a Rússia apresente um protótipo funcional em um futuro próximo.